terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Tudo começou na saudade de Deus...

Tudo começou na saudade de Deus.
Quando seu coração apertou e sentiu a falta do seu amigo
Não penas de alguém que O louvasse
Porque tudo que havia e estava por existir já fazia isso
Sentiu a falta de alguém para compartilhar seus pensamentos
Não por ausência de satisfação ou carência, mas simplismente por amor
Queria conhecer ser experimentado e explorado
Queria ser surpreendido com alguma nova idéia ou notícia
Um novo nome, uma nova canção ou apenas um silencio
Alguém tão grande sentiu saudades de um ser criado e tão pequeno
Alguém pequeno que fazia coisas pequenas mas que alegrava esse ser
Mas o ser pequeno decidiu provar o amargo e a doce comunhão então se foi...
Mas não para sempre!
O grande se fez pequeno, provou da amarga queda...
Comprou para Deus homens, levou cativo o cativeiro
Sentou com o pecador, deu dons aos homens, até aos rebeldes para habitar no meio deles
Deus experimentou do homem
E hoje sente constante saudades e o homem que não sente saudades experimentou de Deus?
O homem se desamarrou de Deus, a graça por meio de Jesus o amarrou de novo.
Mas as nossas escolhas ainda decide as coisas.
Deus quer mais que a compania do filho mais velho, ele deseja uma familia de muitos filhos onde Jesus é o primogenito de todos os filhos!

7 comentários:

Jonatas C. D. disse...

Legal isso de começar na SAUDADE.
Saudade de algo que já houve, ne?

Curioso que em Efésio 1:10 fala em que o propósito de Deus é de fazer CONVERGIR em Cristo todas as coisas tanto do céu como da terra.
Essa palavra significa no original que Deus vai mesclar, amalgamar novamente tudo em Cristo.
Vai NOVAMENTE juntar a ponto de ser uma coisa apenas e em Cristo.
É por isso que nosso espírito também sente saudades.... ele lembra o que é estar assim dentro dEle... ai.. suspirei.
---------

Toda vez que venho comentar aqui acabo suspirando hehehe

barbara disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaii


:'(

Marcus Henrick disse...

Ahhhhhhhh(suspiro)
COMO ELE NOS AMA ...

How HE Loves Us ( JESUS CULTURE)

http://www.youtube.com/watch?v=OSm7IorS3Vo

O AMOR DELE Bate na PORTA ...
=)

Por Ele. disse...

Aaah, essa família, Rosana, fica só no desejo?

Não podemos esquecer dessa dor que sangra dentro do peito...

Escolhamos Ele custe o que custar!!!

Juliane Oki Carraro disse...

Muito lindo!
Que esse desejo divido seja restaurado em nossas vidas.
Bjss
Jubys

Pavarini disse...

parabéns pelo blog, rosana!

aproveitei a visita p/ add na lista do pavablog#. =)

big abraço

Éverton Vidal disse...

Oi Rosana Steimbach (sobrenome chique rsrs).

Sabe, eu não sou evangélico. Sou cristão sim, mas por algumas razões, mesmo que atualmente eu frequente uma igreja evangélica, me considero mais um cristão-protestante-católico rsrs.

Mas eu conheço de perto o Movimento Evangélico e admiro muita gente dessa tradição. Homens como Martin Luther King, Jhon Stot, CS Lewis, John Wesley, e tantos e tantos outros.

Eu tenho visto o evangelicalismo ultimamente e tem muita coisa que eu até compreendo, mas não concordo.

Entretanto, quando eu lei um texto assim como o seu. Puramente, genuinamente evangélico, você não sabe o quanto fico contente. Porque eu sei que é possível ser evangélico sem cair nos exageros do emocionalismo ou do racionalismo, resguardando o equilíbrio (porque tanto a emoção quanto a razão são importantes).

Mas acima de tudo, o que gostei no seu texto é que ele é todo centrado no Amor e na Graça de Deus revelada em Jesus. E isso pra mim é o essencial.

Um grande abraço.
Inté!